3 coisas que deixam seu Cabelo Oleoso: veja como diminuir a oleosidade dos fios

Uma cacheada escrevendo sobre cabelo oleoso? Pois é, agradeçam ao Thiagão, à minha amiga Clarissa e mais algumas cobaias que me inspiraram a escrever esse post. E claro, tal como quem me segue há um tempo já sabe, alguns cuidados citados são universais, enquanto outros são adaptáveis a partir do momento em que você realmente se interessa em estudar para entender mais a respeito da saúde dos fios.

Então bora ver como diminuir a oleosidade do seu cabelo e o que provavelmente você tem feito de errado.

Não usar Condicionador já que o Cabelo é Oleoso

Essa foi minha primeira guerra com o Thiagão. Mozão fugia do condicionador por medo do cabelo dele ficar “mais ensebado ainda” e, no fim, acontecia o efeito rebote. Ou seja, mais óleo o couro cabeludo produzia.

Ficou confuso? Rsrs, é simples, veja: ao limpar, o shampoo tira grande parte do óleo natural do cabelo e couro cabeludo, além de abrir as cutículas dos fios. Se deixar por isso mesmo, o couro cabeludo “entra em desespero” para repor a oleosidade perdida (afinal é ela que protege tanto o couro cabeludo quanto os fios), gerando mais óleo ainda.

Isso nos leva ao fato de que o condicionador não existe à toa: ele existe justamente para entrar como parceiro do shampoo. No caso, selando as cutículas (protegendo os fios) e dando um leve toque de tratamento. Não como uma máscara, nem nada do tipo, mas sim como responsável por equilibrar os efeitos dos shampoos e “dos danos” causados por ele. Enfim, são itens complementares.

Sem contar que, se condicionador para cabelo oleoso fosse algo ruim, nem existiria os famosos kits de shampoo + condicionador, concorda?

Mas meu cabelo oleoso não gosta de condicionadores!

Caso você não goste do condicionador que você está usando, não significa que você não deve usar o produto, mas sim que você escolheu um que não se adaptou ao seu cabelo. Ou ao menos às necessidades atuais dele.

O que fazer então? Troque, mas não fique sem, inclusive porque, ao selar as cutículas, o condicionador acaba ajudando a dar muito mais brilho. Coisa que não só as lisas, como todo mundo ama, concorda?

Cabelo Oleoso e a famosa “caspa”

Seu cabelo está com as famosas casquinhas brancas? Entenda que elas não só podem ser causadas pelo excesso de oleosidade nos fios, como ao seguir as dicas e cuidados desse post, esse problema será, na pior das hipóteses, muitíssimo controlado!

Enfim, vamos ao que importa:

Não fazer Esfoliação capilar

Nós cacheadas amamos esfoliação capilar, pois como usamos muitos cremes no cabelo, esses deixam muitos resíduos nos fios. Porém, você que é lisa, fora também usar produtos (claro), entenda que o excesso de oleosidade também funciona como uma barreira “anti-cabelos-saudáveis”, por assim dizer.

Ou seja, pode não só formar “caspa” e um trazer um aspecto feio aos fios, como entupir seus folículos capilares, causando inclusive enfraquecimento e queda de cabelo!

Nesse caso, uma esfoliação no couro cabeludo é fundamental e deve ser feita de 20 em 20 dias, ou mensalmente, a depender de como o seu cabelo está no momento. Ao fazê-la, você limpará a área, diminuirá a oleosidade dos fios e ainda por cima deixará o “jardim” limpo para que as “flores” cresçam mais rápido e mais saudáveis. Inclusive em locais em que os fios estavam mega fracos e quase sumindo, dando assim, muito mais volume.

Maravilhoso para quem vive falando que “não tem cabelo”, ou que “tem pouco cabelo”, né?

Não fazer cronograma capilar completo, principalmente a Umectação

Olha, quem é lisa, geralmente faz bem direitinho as etapas da Hidratação e da Reconstrução, porém, na hora de passar óleos, ou seja, na etapa da Umectação do cronograma capilar, tendem a achar que, “já que o cabelo é oleoso, se colocar mais óleo estraga”, sendo que é justamente o contrário.

Primeiro, porque o óleo de coco, por exemplo (que é o mais famoso do momento e por isso vou citá-lo aqui), repõe nutrientes que o óleo natural do seu fio não tem. Segundo, que ele ajuda a manter a hidratação e a alinhar seus fios, diminuindo inclusive o frizz. Coisa que, cá para nós, as lisas também amam.

Só entenda que, sim, no dia em que você passar o óleo, seu cabelo ficará bem ensebado. Porém, depois de dormir e acordar com ele (é o que recomendo), você lavará seu cabelo normalmente e pronto, tá novo.

Só não passe óleo demais para não ficar difícil de tirar, ainda que seja importante passar ao longo de todo o fio, ok? E se precisar, faça o método UCPE que é garantia de retirada de qualquer óleo vegetal (não apenas o de coco, caso queira escolher outro) que você usar na umectação.

E é isso, envie esse post para seus parentes e amigas lisas e não se esqueça de seguir no Instagram e no Youtube para mais dicas inéditas.

Beijos!
signature

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário ou dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.

Criei esse espaço para que a gente possa trocar nossos melhores truques sobre cabelos cacheados (mas nem sempre), saúde, beleza, autoestima e o que mais der na telha.

Previous
Como fazer a cor pegar melhor ao matizar o cabelo com creme: 5 dicas
3 coisas que deixam seu Cabelo Oleoso: veja como diminuir a oleosidade dos fios