Inversão capilar para crescer cabelo: funciona mesmo? O que é e como fazer

Quando a gente acha que nosso cabelo tá demorando muito pra crescer, a primeira coisa que fazemos é dar aquela procuradinha no Google, né não? Aí, uma das coisas que mais aparecem é a tal da Inversão Capilar. Mas do que se trata isso? Será que funciona mesmo? Bora entender direitinho o que é, como fazer e quais os prós e contras dessa técnica:

O que é Inversão Capilar

Inversão Capilar é tida como uma técnica de crescimento, mas na verdade, é basicamente uma forma de umectação aliada com massagem, só que feita em uma posição em que nossa cabeça fica virada para baixo – por isso o nome “inversão”. O que claro, pode acabar estimulando a região e causando o crescimento dos fios. Mas já já vamos ver melhor esse ponto.

Essa técnica consiste em massagear o couro cabeludo com algum óleo 100% vegetal, por 3 a 5 minutos, com a cabeça para baixo, todos os dias durante uma semana. Aí espera 1 mês para repetir o processo.

O que fez a Inversão Capilar ficar tão famosa na internet é o “fato” de ela aumentar o crescimento do seu cabelo em até 2,5 cm no mês. Será mesmo? Rsrs. Calma que já te conto.

Benefícios da Inversão Capilar

A Inversão tem vários benefícios, tanto para o couro cabeludo quanto para os fios do cabelo. Por se tratar de um tipo de umectação, ela nutre, dá força, brilho e maciez aos cabelos.

Já a massagem, juntamente com a posição da cabeça invertida, estimulam a circulação sanguínea da área, “ativando” os folículos capilares (lugares onde nascem os fios), fazendo com que eles façam os fios crescerem mais rápido e mais fortes.

Inversão Capilar funciona mesmo?

A resposta rápida é sim, funciona e estimula o crescimento capilar.

Massss, esqueça essa história de 2,5 cm a mais no mês, rsrs.

O cabelo saudável cresce de 0,5 a 1 cm por mês, podendo chegar a até 2 cm com a ajuda de técnicas de crescimento capilar, mas nunca que ele irá crescer 0,5 a 1 cm + 2,5 cm = 3 ou 3,5 cm num mês, tá bom?

É claro que cada cabelo é um cabelo e para toda regra existe uma exceção. Mas, como não estamos falando sobre uma possível galera alienígena, mas sim sobre as regras, é isso aí.

Minha opinião pessoal sobre a inversão capilar

Fora tudo isso que já foi explicado, a meu ver, não só a ativação da circulação sanguínea na área, como também a massagem mecânica ajudam a “desentupir” o couro cabeludo como um todo, tirando resíduos de creme, de oleosidade, bem como demais possíveis obstrutores da área – o que claro, não deixa de ser um mega ponto para os fios poderem sair para tomar um ar mais livremente.

Sendo assim, a Inversão Capilar pode ser sim considerada uma das dicas para ajudar no crescimento, entende?

Como fazer a Inversão Capilar

Como vimos, apesar de ela não ser tão milagrosa como dizem, ainda é uma técnica muito benéfica, então vale, sim, a pena fazer.

Passo 1 – Separe seu óleo 100% vegetal

Pode ser qualquer óleo, mas sempre 100% vegetal, tá? Porém, se quiser minha recomendação, faça com óleo de coco misturado com algumas gotinhas de óleo de rícino.

O óleo de coco é bom porque tem propriedades que nutrem os fios, e propriedades anti-inflamatórias e antifúngicas, que ajudam a manter a saúde do couro cabeludo.

O Óleo de rícino é o mais indicado, na minha opinião, para estimular mais ainda o crescimento capilar. Ele é tão bom pra isso que eu utilizo até nos cílios e sobrancelhas, para ajudá-los a crescer, rsrs. Além de ter muitos outros benefícios. Se quiser que eu fale mais sobre isso, deixe nos comentários. Só não recomendo usar muito (mas sim misturado), porque fora ele não ser muito emoliente, é um laxante natural que pode te dar problemas se o seu couro cabeludo absorver demais, rsrs.

Passo 2 – Posicione sua cabeça para baixo, com os cabelos pra frente

Aqui você pode ou simplesmente jogar os cabelos pra frente, inclinando a cabeça para baixo, ou deitar em uma cama (ou sofá) e deixar a cabeça para fora, virada para baixo.

O importante é escolher uma posição que você consiga ficar por uns 3 a 5 minutos “de cabeça pra baixo”, que é a duração da técnica, ok?

Passo 3 – Massageie o óleo no couro cabeludo

Molhe seus dedos no óleo e passe em todo o couro cabeludo. Então massageie com as pontas dos dedos, fazendo movimentos circulares por toda a extensão dele, estimulando o sangue em toda a área.

Fique massageando o óleo na cabeça por 3 a 5 minutos. Sendo 3 minutos o mínimo e 5 minutos o tempo ideal.

Se quiser aproveitar para nutrir seus fios, passe óleo no comprimento deles também.

Passo 4 – Deixe o óleo agir

Agora pode voltar com a cabeça na posição normal, mas devagar, para não dar tontura, viu?

Então é só deixar agir por umas 2 horas. Pode deixar mais tempo também, se estiver com óleo nos fios e quiser aproveitar essa umectação. Pode inclusive dormir com ele, para lavar só no dia seguinte (essa é uma das formas de umectação).

Passo 5 – Lave ou retire o óleo

Agora você pode lavar normalmente com o seu shampoo, creme de tratamento e condicionador.

Se você tiver o cabelo muito ressecado, ou ainda está usando essa técnica de Inversão como forma de umectação, pode retirar o óleo fazendo o método UCPE.

Quantas vezes fazer

Muitos recomendam fazer a Inversão Capilar todos os dias durante uma semana, ou seja, 7 dias seguidos, para então dar uma pausa de 1 mês.

Após esse mês, repete o processo por mais 7 dias, e assim vai.

Na minha opinião, não acho necessário passar óleo na cabeça por tantos dias seguidos. Acho muito mais válido e prático fazer a Inversão Capilar uma vez por semana, junto com a umectação que já faria no meu cronograma capilar, enquanto faço outras coisas que também estimulam o crescimento dos fios, como dito no post das dicas para ajudar o cabelo a crescer mais rápido.

Quem não é recomendado fazer

Devido à posição da cabeça e ao fluxo sanguíneo, existem algumas pessoas que não são recomendadas de fazer essa técnica, pois podem agravar algum problema de saúde. São elas:

  • Pessoas que sofrem de pressão alta ou pressão baixa;
  • Quem tem problemas nas articulações ou na coluna;
  • Quem sofre com labirintite também é bom evitar;
  • E mulheres grávidas, pois queremos evitar qualquer possível risco, não é mesmo?

Então é isso, gente! Espero que tenham curtido esse post, e qualquer coisa é só comentar aqui embaixo!

Para mais conteúdos inéditos, me siga nas redes sociais: Instagram, Youtube e Facebook.

E ah, se quiser aprender outra técnica para crescimento capilar, chamada de esfoliação capilar, veja abaixo essa receitinha top e caseira com borra de café:

Beijos!
signature

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário ou dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.

Criei esse espaço para que a gente possa trocar nossos melhores truques sobre cabelos cacheados (mas nem sempre), saúde, beleza, autoestima e o que mais der na telha.

Previous
Como valorizar qualquer tipo de corpo? – Dicas e truques independentes do seu tipo físico
Inversão capilar para crescer cabelo: funciona mesmo? O que é e como fazer