Benefícios do Óleo de Rícino

O Óleo de Rícino tem ganhado cada vez mais espaço na vida das mulheres e homens que querem mais cabelo ou barba.

É conhecido também como óleo de mamona, mas não se preocupe, porque apesar da semente da mamona ser tóxica, o óleo é puro amor! Ou não, rsrs, mas você vai entender inclusive minhas contraindicação até o final desse post. Vamos lá:

Os benefícios que promete

Combate a queda capilar e estimula o crescimento dos cabelos, cílios e sobrancelhas

É o óleo mais famoso quando o assunto é crescimento capilar. Age diretamente nos folículos pilosos, que são os lugares onde os fios nascem, estimulando-os e acelerando o crescimento dos mesmos. Também funciona passando diretamente na “raiz” dos cílios e nas sobrancelhas!

Fortalece os fios e dá volume

Ele cria uma camada protetora que envolve os fios, deixando-os mais fortes e volumosos, além de dar brilho. Mas calma que esse volume costuma vir com o tempo de uso, juntamente com o crescimento capilar que ele também proporciona.

Diminui o frizz

Sela as cutículas dos fios controlando o frizz, tal como basicamente grande parte dos óleos umectantes.

Poderoso hidratante para o cabelo

Ajuda a recuperar o cabelo ressecado, deixando-o mais saudável.

Anti-caspa

Por ter propriedades antifúngicas, limpa o couro cabeludo, alivia a caspa e previne a descamação da área.

Na pele, hidrata e tem ação anti-inflamatória

Por ser rico em ácido ricinoleico, consegue hidratar e manter a umidade natural da pele. além de combater as acnes, espinhas e feridas, pois esse ácido também possui efeito anti-inflamatório, analgésico e cicatrizante!

PORÉM, para a maioria dessas funções, eu prefiro o Óleo de Rosa Mosqueta, visto que o óleo de rícino pode acabar te dando mais pelos faciais devido ao grande – e talvez maior – talento dele de fazer os pelos crescerem. Enfim, não é à toa que muitos homens usam para encher mais a barba.

Contraindicações

Como nem tudo são flores, dos óleos mais famosos, o Óleo de Rícino é um dos mais mal falados.

Motivos? Devido ao fato dele ser originalmente um laxante natural, muitas pessoas que o passam no couro cabeludo inteiro, acabam reclamando de “irem mais ao banheiro” também.

Não necessariamente com a força de ter tomado um laxante puro. Porém, o couro cabeludo “chupa parte do óleo” e, a depender da sensibilidade de cada um, pode dar problemas indesejados.

Também já ouvi seguidoras reclamando de passarem um pouco mal. Ele também é um óleo que pode ser abortivo, principalmente no começo da gravidez. Sem contar as lactantes em que ele também não é recomendado.

Enfim, se você estiver em alguma dessas situações, não pode usá-lo de jeito nenhum. Ao menos não sem antes conversar com seu médico.

Enfim…

Como eu uso

Como para mim o ponto forte dele é justamente no crescimento capilar e não estou precisando disso em 100% do cabelo, passo puro apenas onde precisa, tipo nas “entradinhas” e afins.

Também gosto de passá-lo nos cílios e nas sobrancelhas, ainda que atualmente esteja testando um remédio manipulado que me pareceu ser melhor ainda para esse fim. Se for mesmo, em breve farei um conteúdo sobre esse assunto por aqui ou lá no canal.

Sem contar que, por ele ser meio chatinho de passar no couro cabeludo (é muito espesso e vem em pouca quantidade), acabo preferindo outros óleo para fazer a etapa da umectação.

Os resultados que senti na prática

Cresce o cabelo mesmo, inclusive os baby hair e em áreas em que possuímos folículos mais fracos/ralos.

Felizmente, nunca passei mal com ele. Talvez por usá-lo apenas em pequenos pontos, não sei.

Sem contar que não estou pensando em engravidar, nem estou grávida. Do contrário, não arriscaria até “se não sentisse nada”.

Quanto custa?

Você o encontra na composição de inúmeros produtos por aí, tais como cremes hidratantes, máscaras, manteigas, etc. Porém, aqui falamos do óleo puro e esse geralmente é barato.

Dá pra encontrá-lo em embalagens de todos os tamanhos, desde 30 ml até 1 litro, ainda que o comum seja o pote pequeno que não rende nada para quem deseja usá-lo em maior quantidade.

Então, os preços variam bastante! Mas pra deixar uma ideia de preço que considero bom custo-benefício: eu pagaria no máximo 8 reais numa embalagem de 30 ml (paguei menos de 4 no meu de 30ml) e uns 20-25 reais num de 500 ml mais ou menos. Mais que isso eu só pagaria se tivesse algum diferencial que valesse o preço.

Espero que esse post tenha sido útil. Me conta nos comentários se você usa e se já sentiu a diferença.

Beijos!
signature

Compartilhe

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário/dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.