Tratando a pele oleosa: resenha do sérum Effaclar Anti-idade da La Roche-Posay, vale a pena?

Já imaginou que maravilha se tivesse alguma coisa que tratasse a pele oleosa e os poros dilatados, pra gente ficar com o rostinho sedoso o dia inteiro sem ensebar a cara, rsrs? Pois eu já imaginei, e é por isso que arrisquei usar o sérum Effaclar Anti-idade La Roche-Posay pra ver no que dava!

Effaclar Anti-idade La Roche-Posay para pele oleosa e poros dilatados

Se você sofre com pele oleosa como eu, já sabe como é ruim ficar com a cara toda ensebada e brilhosa durante o dia, né não? A maquiagem não segura, toda hora tem que passar pó e se tiver calor então, é o ó.

Foi assim, vendo esse meu sofrimento num encontrinho de blogueiras, que minha colega Gil Vianna me indicou esse produto pra testar.

No Rótulo vem escrito que ele é um “sérum corretor para pele oleosa”. Ou seja, corrige nossas “veiêra”, nossas ruguinhas, enquanto trata a oleosidade da pele. Não que eu esteja precisando corrigir minhas rugas, afinal, que rugas? kkkk! Zuaaa (tô boba hoje, desculpe). Depois dos 30 esse tipo de coisa a gente adora mesmo, fazer o quê!

Mas as novinhas também podem curtir pelo fato do tratamento da oleosidade e da prevenção dos sinais da idade. OU NÃO, já que ainda nem contei como foi minha experiência e se vale mesmo a pena usá-lo.

Sem mais delongas, bora lá:

Minha experiência na minha pele oleosa (principalmente na zona T)

Apesar de ser um vidro pequeninho de 30 ml apenas, o sérum rende bastante. Com apenas 3 gotinhas você já consegue passar no rosto inteiro!

A consistência dele é uma das melhores que já vi, sendo líquida, mas ao mesmo tempo consistente.

É o quê? Como assim líquida e consistente? Ou é um ou é outro!

Pois é, mas aqui ele consegue ser o dois, rsrs. É líquida, mas consistente no sentido de que quando pingamos as gotas na mão, o produto não “vaza ligeiro” como se fosse água, mas sim fica no lugarzinho pra você passar no seu rosto. Escorrendo bem mais lentamente do que a maioria dos produtos líquidos que tem por aí.

resenha serum effaclar la roche-posay anti-idade consistência
Na primeira foto, a gotinha pingando. Na segunda foto, essa mesma gotinha quase invisível  escorrendo de forma “liquida consistente” na palma da minha mão.

A absorção dele pela pele é super rápida. Então, não bobeie e já passe logo no rosto todo para não gastar mais produto do que o necessário, tá? Isso também é ótimo para nossa pele oleosa, pois após o uso, parece que não passamos nada: fica sequinho, sequinho.

Outra coisa boa que percebi é que ele ajuda bastante a maquiagem a durar mais tempo, já que impede a cara de ensebar como antes.

Modo de uso

O rótulo recomenda usar duas vezes ao dia, sendo de manhã e à noite. Porém, eu usei apenas durante a noite, porque sempre tive medo de o produto manchar a pele, ainda mais que também está escrito o seguinte, veja só:

Evitar exposição solar durante o uso do produto. Durante a primeira semana de uso, aplicar apenas pequenas quantidades em dias alternados.

Ou seja, o produto deve ser forte. Mas no meu caso, como usei apenas durante a noite, apliquei todas as noites mesmo e não tive problemas com sensibilidade, nem nada disso.

Inclusive, tem algo nesse sentido já alertado por eles:

Nas primeiras aplicações poderão ser observadas sensações transitórias de ardor, pinicação ou ressecamento da pele.

Como dito, eu não senti nada disso. Pra mim foi super suave o início do tratamento com ele. Porém, quanto ao ressecamento da pele, penso que, se sua pele não for tão oleosa quanto a minha, pode sim dar uma ressecada, já que retira bastante da oleosidade, o que pode dar efeito rebote quando usado em demasia.

Por isso, recomendo você ter certeza se sua pele realmente precisa desse produto e também não passá-lo tantas vezes a ponto de poder dar um efeito debote. Pode ser até um dia sim e outro não, vai sentindo e testando aí.

  • Leia também sobre a água de uva Caudalie, um poderoso hidratante facial ótimo para pele oleosa e que super gosto de usar para dar uma equilibrada na minha pele – que também precisa de muita hidratação para não dar o tal do efeito rebote.

E quanto aos poros dilatados?

Não consta sobre isso no rótulo do produto, mas coloquei esse assunto aqui porque já tinha lido outras experiências de outras pessoas comentando que ajuda muito nesse quesito. Inclusive, na minha pele melhorou bastante sim os poros dilatados.

Hoje em dia o efeito de diminuir os poros não é tão eficiente como no começo do uso, então já procuro outros produtos para esse fim.

Quanto custa e onde comprar

Ou melhor, qual foi o tamanho da facada. Não me lembro o valor exato, mas de uma coisa nunca esqueci: custou quase 200 reais! É isso mesmo, um vidrinho desses, duzentos reais =(

Porém, isso foi em 2018. Hoje em dia eu pesquisei e vi que tem até por 160 reais. Bem melhor!

Você encontra à venda em farmácias, loja de cosméticos e inclusive em lojas online como Magazine Luiza e Submarino.

Pesquise bem, porque o preço muda bastante e, se você tiver cadastro no Méliuz (se não tiver, faça aqui que super vale a pena), ainda pode ganhar parte do dinheiro de volta (depois de cadastrado, veja os parceiros deles). Daí a facada fica menor ainda.

Conclusão: vale a pena o custo-benefício?

Na minha opinião, vale super a pena sim. Apesar do preço salgado, o produto rende bem e cumpre o que promete. Tanto que, se precisar, compraria outro de novo.

Afinal, cada um tem suas neuras. Meu pai é neurado com dente, então ele não mede esforços pra cuidar dos dentes, ao mesmo tempo em que não gasta quase nada com roupas.

Já eu, tenho neura com minha pele do rosto. Então isso é uma coisa que sempre tenho mais disposição para gastar com tratamentos, enquanto com outras coisas eu não ligo muito. Ainda mais que, a pele estando bonita, dá até pra economizar um monte na maquiagem, já que não precisaria disfarçar tanto os defeitos dela.

Agora, se sua oleosidade te incomoda apenas um pouco e essa grana pode te fazer falta, eu não recomendo que você compre, não. Porque apesar de funcionar bem, ele não é um milagre, mas sim um tratamento.

  • Uma coisa que funcionou até melhor do que esse produto foi o fotorrejuvenescimento, mas é mais caro. Se quiser ver o que achei, é só clicar no link.

Se você quiser ver mais detalhes ainda da minha resenha, é só dar o play no vídeo abaixo:

E é isso! Espero que agora você tenha esclarecido suas dúvidas quanto a esse produto e, qualquer dúvida, estamos aí.

Beijos!
signature

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário ou dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.

Criei esse espaço para que a gente possa trocar nossos melhores truques sobre cabelos cacheados (mas nem sempre), saúde, beleza, autoestima e o que mais der na telha.

Previous
Para onde vai a gordura modelada pela cinta modeladora, se cinta não emagrece?
Tratando a pele oleosa: resenha do sérum Effaclar Anti-idade da La Roche-Posay, vale a pena?