Como saber o que o cabelo precisa: Hidratação, Nutrição ou Reconstrução

Então você resolveu finalmente cuidar do seu cabelo de verdade, sabendo que é sim possível ter um cabelo top de salão gastando pouco. Porém, depois de ver todos os tipos de tratamentos capilares que existem, bateu aquela confusão na cabeça, né, não? Afinal, qual deles o cabelo mais precisa no momento? Preciso fazer tudo? Como assim? Rsrs.

Calma, te prometo que já já você vai entender direitinho o que fazer e ter um ótimo ponto de partida para deixar seu cabelo o mais bonito e saudável possível! Bora lá!

Como saber o que o cabelo mais precisa?

Quando paramos para cuidar do cabelo de forma correta (além do shampoo e condicionador, rs), precisamos saber o que nosso cabelo está “mais” precisando no momento. Ou seja, se precisa repor a umidade, se precisa de alinhamento, se precisa repor a fibra capilar, etc.

Do que um fio de cabelo é composto?

Antes de mais nada, é importante saber a composição do nosso fio de cabelo. Mais de 85% dele é composto de queratina, que é uma proteína responsável pela fibra, ou massa capilar. A partir daí, mais de 10% é composto de água e o que sobra é composto por lipídios (gorduras) e minerais.

O que acontece é que, com o passar dos dias, conforme pegamos vento, sol, calor, passamos chapinha, alisamos, descolorimos e tudo o mais, o cabelo vai perdendo seus componentes. Ou seja, perdendo a água, lipídios e queratina. E é aí que ele fica ressecado, fraco, poroso, elástico, sem brilho, só pra listar alguns dos problemas.

Então é por isso que existem os 3 tratamentos principais: Hidratação, para repor a água; Nutrição (ou Umectação), para repor os lipídios e minerais, e Reconstrução para repor a queratina.

Como saber se meu cabelo precisa de Hidratação, Nutrição ou Reconstrução?

como saber o que seu cabelo precisa - hidratação, nutrição ou reconstrução

 Olhe com atenção para o seu cabelo. Olhou?

Agora leia abaixo e veja onde a necessidade atual melhor se encaixa.

1. Percebe ele ressecado, áspero e sem brilho? Embaraça fácil e cria nós nas pontas?

Então ele precisa de Hidratação já! Assim seu cabelo recupera a umidade, dando brilho e a maciez.

Pode fazer a hidratação toda semana, porém, se estiver com o cabelo ressecado demais, pode fazer mais vezes na semana no começo. A propósito, sabia que a hidratação é a etapa que você mais pode abusar que não faz mal para o cabelo? Nem dará efeito rebote?

2. Sente seu cabelo desalinhado, cheio de frizz e ficando “armado” demais?

Então é a Nutrição que você deve fazer. Aqui você recupera os lipídios e os minerais que nutrem o fio, selando as cutículas, alinhando e dando mais forma ao cabelo.

Por exemplo, muitas de nós cacheadas achamos que os cachos ficam mais definidos quando estamos com a umectação em dia, assim como as lisas sentem seu cabelo mais alinhado. Teste no seu e comprove.

Recomendo fazer esse tratamento a cada 15 dias. Tem quem faça toda semana, mas nunca mais de uma vez na semana, para o cabelo não ficar “emplastado” e não conseguir absorver os nutrientes.

Eu atualmente tenho feito uma vez na semana ;). Mas isso pode mudar a depender da necessidade dos meus fios, claro.

3. Agora, se seu cabelo está fraco, fino, quebradiço ou elástico

É a Reconstrução que vai devolver a massa capilar ao fio. Ou seja, vai deixar ele mais encorpado e mais forte.

Químicas como descolorações e alisamentos são as principais causas da perda de massa do fio, então já saiba disso quando for fazer algum desses procedimentos.

É claro que todo cabelo perde massa naturalmente e, por isso, até um cabelo 100% virgem e natural precisa de reposição, porém, os quimicados precisam mais por perderem com mais rapidez, por assim dizer.

  • Atenção: Só cuidado que, se seu cabelo estiver fraco demais, é melhor fazer os outros processos do cronograma capilar antes para fazê-lo ganhar mais força, visto que a reconstrução é a etapa mais potente, e por isso pode acabar terminando de arrebentar os seus fios.

Não entendeu? Assista ao vídeo abaixo para se inteirar melhor:

A Reconstrução eu recomendo fazer uma vez por mês apenas, pois como ela trabalha devolvendo a queratina, é um procedimento “forte” para nosso cabelo. Então, se fizer demais, o cabelo pode ficar rígido e dar efeito contrário, voltando a ser quebradiço.

Cronograma Capilar

Depois de identificar e realizar o tratamento mais necessário no momento, você não vai querer parar por aí, né? Pra depois de um tempo seu cabelo sofrer de novo, rsrs.

Então, para dar continuidade ao cuidado capilar, chegou a hora de montarmos o famoso Cronograma Capilar, que é quando juntamos esses 3 tratamentos em um cronograma, para assim recuperar a saúde dos seus fios ao longo do tempo e manter seu cabelo sempre na sua melhor forma.

E aí, conseguiu identificar o que seu cabelo mais precisa agora? Não esquece de manter o Cronograma Capilar para que seu cabelo não volte a ficar sofrido como antes, viu?

Espero que tenha curtido esse conteúdo e, se quiser ver mais coisas legais, me acompanha nas redes que tem sempre coisa nova por lá: InstagramYoutubeFacebook.

Beijos!
signature

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário ou dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.

Criei esse espaço para que a gente possa trocar nossos melhores truques sobre cabelos cacheados (mas nem sempre), saúde, beleza, autoestima e o que mais der na telha.

Previous
Principais Benefícios do Soro Fisiológico para a Pele
Como saber o que o cabelo precisa: Hidratação, Nutrição ou Reconstrução