O óleo de coco endureceu: precisa jogar fora?

Você esperava um óleo de coco bem líquido e de cor transparente, porém, do nada ele endureceu e ficou com a cor bem branca? Saiba que isso não significa que ele “venceu”, “estragou” ou está inapropriado para uso nos cabelos ou consumo nos alimentos. Entenda:

O óleo de coco fica duro em temperaturas frias

Pode reparar que é só fazer um friozinho que seu óleo de coco fica sólido, né? E, por sua vez, é só fazer um calorzinho bom que ele volta ao “normal”, certo?

Pois é, eu que moro em Curitiba e viajo para ver minha família em Brasília já tive a experiência de sair daqui com um óleo de coco duro na mala e, chegando lá, ele já estar líquido e perfeito para uso imediato.

Enfim, foi aí que comecei a desconfiar de uma coisa (que, depois de algumas pesquisas, vi que estava certa): a de que, ainda que o óleo mude do estado sólido para o líquido e vice-versa, as propriedades dele continuam valendo do mesmo jeito. Porém, tudo o que você tem que fazer é “esquentá-lo” sempre que ele endurecer.

Como derreter o óleo de coco?

Você já deve ter visto na internet o povo falando que esquenta de 10 em 10 segundos no microondas, ou que coloca dentro de um pote de água quente ou, até mesmo, em banho Maria (algo mais demorado e burocrático ainda). Já eu, uso uma técnica muito mais simples para amolecê-lo. É a seguinte:

Como usar o óleo de coco endurecido nos cabelos?

Basta esfregar o óleo de coco nas palmas das mãos e ir passando normalmente mecha a mecha. Esse atrito do “esfregar das mãos” gera calor suficiente para derretê-lo, simples assim. Fácil, rápido, mecânico e ainda por cima economiza água e luz!

Sem contar que dá pra você ir controlando exatamente o quanto de óleo o seu cabelo precisa, né?

Como usar o óleo de coco endurecido nos alimentos?

Mais fácil ainda: basta colocá-lo na panela como se fosse manteiga que ele derreterá rapidinho no calor do fogo!

Se você quiser usar o óleo de coco endurecido nas saladas, é só não esperar fritar, mas sim apenas derreter, antes mesmo de começar a esquentar na panela, sabe? E claro, depois transferi-lo de recipiente e usá-lo antes que ele esfrie endureça de novo.

Se quiser refogar alimentos e afins, é só continuar o processo que você sempre fez com qualquer outro óleo ou manteiga.

Só lembre-se que, sempre que for esquentá-lo (caso veja necessidade), jamais use recipientes de plástico, mas sim de vidro (se for microondas e afins), tá? E claro, usar apenas utensílios adequados, para assim garantir sua segurança e também porque ninguém quer que seu recipiente exploda, rsrs.

Espero ter ajudado e não se esqueça de seguir nas redes sociais para mais dicas inéditas: InstagramYoutubeFacebook.

Beijos!
signature

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário ou dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.

Criei esse espaço para que a gente possa trocar nossos melhores truques sobre cabelos cacheados (mas nem sempre), saúde, beleza, autoestima e o que mais der na telha.

Previous
Atrito entre as coxas? Veja como evitar assaduras entre as pernas
O óleo de coco endureceu: precisa jogar fora?