Como curar a candidíase: receita caseira para acabar com a coceira vaginal

Chegou a hora de falar de um problema que incomoda muitas mulheres, grávidas (não que não sejam mulheres kkk) e crianças: a candidíase vaginal. Problema esse que me incomodou por muito tempo e, graças a Deus e à minha tia Conceição (valeu tiaaa!), consegui me livrar completamente, usando uma receita caseira e natural que acaba com a candidíase de vez (pelo menos foi assim comigo e espero te salvar dessa também).

Antes de dizer o que fiz, é importante sabermos o que é a candidíase, seus sintomas e causas, para você ter certeza se o que você tem é realmente isso, entende?

É óbvio que você também precisa procurar um médico, que nem eu procurei um milhão de vezes e gastei rios de dinheiro com remédios que nunca funcionavam de forma eficaz (comigo). PORÉM, sei que você está aqui porque é uma seguidora minha, ou uma desesperada da net procurando sobre a doença. Então, essa é uma forma de te aliviar, não de diminuir a importância de um acompanhamento médico, ok?

O que é candidíase

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo da Cândida, e acontece geralmente na área genital, tanto no canal interno da vagina como na área externa, causando coceira, secreções e corrimentos. Dá uma agonia que só!

  • Atenção: candidíase não é considerada uma DST (doença sexualmente transmissível), pois pode acontecer em nosso organismo independentemente de ter tido – ou não – relações sexuais. Porém, pode, sim, ser transmitida dessa forma!

O que acontece é que esse fungo causador do problema já faz parte da flora vaginal naturalmente. Aí, quando acontece algum desequilíbrio, a proliferação deles sai do controle e vira essa bagunça toda. Mas calma que você vai entender tudo até o final desse post.

Sintomas da candidíase vaginal

Os principais sintomas são:

  • Irritação da parte interna e externa da vagina (vermelhidão);
  • Coceira e/ou ardência na área afetada;
  • Secreção esbranquiçada, quase como pequenos “grãos de arroz” ou “queijinhos” que saem.

Causas da candidíase vaginal

A candidíase acontece principalmente quando a imunidade do corpo ou da área genital está baixa, causando o desequilíbrio da proliferação do fungo. Porém, existem algumas coisas que “facilitam” o problema de acontecer, sendo elas:

  • Deficiência imunológica;
  • Calor e umidade na área genital, como biquíni molhado, roupas apertadas no verão e qualquer coisa que abafe a região. Por esse motivo, tecidos sintéticos e lycra são famosos “causadores” do problema;
  • Gravidez;
  • Antibióticos;
  • Relação sexual;
  • Excesso de lavagem vaginal, pois pode tirar a proteção natural íntima.

Minha história com a candidíase e tudo o que tentei antes para resolver

Pra contextualizar, acho legal dizer pelo o que eu passei, já que pode ser que você esteja na mesma situação ou está pensando em tentar as coisas que tentei.

Quando a candidíase apareceu pra mim, achei que ela viria e logo iria embora. Estava errada, ela ficou comigo por um bom tempo, se bobear até mais de um ano! Viramos quase best friends, só que não.

Durante esse tempo, eu fui várias vezes na ginecologista, tomei antifúngicos e outros remédios receitados por ela. Infelizmente, nada resolveu.

Resolvi apelar pelas “curas naturais”, fazendo chá de assento com cascas de barbatimão (uma árvore cuja casca dizem ter propriedades curativas, principalmente na área genital).

No início achei que iria funcionar, pois deu uma leve diminuída no problema. Porém, apesar de fazer sempre, a candidíase continuava lá.

Até que chegou um dia que tomei um chá super concentrado (também dava pra tomar), o que acabou causando uma irritação maior ainda (nesse caso foi no estômago), me deixando traumatizada pra nunca mais fazer isso, rsrs. Pra gente ver como não é só porque é natural que a gente pode abusar, né?

Até que chegou num ponto em que já estava falando sobre o assunto com todo mundo (vai que alguém teria alguma dica nova pra me dar). E foi aí que, numa conversa com minha tia Conceição, que mora no interior de Minas Gerais, surgiu a luz no fim do túnel:

Como curei minha candidíase de forma natural

Eis que, ao contar sobre o meu problema e tudo o que fiz sem ter sucesso, minha tia me fala a seguinte frase:

Luiza, tive muito isso também. Toma água de coco.

Simples assim!

Tá certo que na hora não imaginei que funcionaria, mas foi só começar a tomar água de coco que, “PUF”, a candidíase foi embora! Sério mesmo!

A partir saí, percebi que sempre depois de menstruar eu começava a sentir aquela coceirinha característica. Aí, pra evitar que acontecesse de novo, já ia lá e tomava a água de coco. E então, como mágica, a coceira sumia!

Hoje em dia não deixo faltar água de coco na minha geladeira. Tomo um copo por semana e nunca mais sofri com candidíase. Nem mesmo aquela coceirinha que aparecia depois da menstruação aparece mais. Bom demais, vai dizer!

É isso gente! Testa aí também e venha me contar se deu certo!

Abaixo tem um vídeo que fiz com mais detalhes engraçados (para não dizer vergonhosos, mas né, tudo pra ajudar vocês) dessa história:

Beijos!
signature

Compartilhe

Cadastre-se pra não perder nenhum post!

Cadastre-se com seu e-mail pra receber todos os posts e novidades!

Deixe seu comentário/dúvida:

Ou, se preferir, comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum comentário ainda.